ABEL, o dono do Bloco.

Blog / Em Destaque

O autista que inspirou brincantes e arrecadou 1 tonelada de alimentos em Macapá.

Data da Publicação: 02/03/2017

Em 2015, alguns amigos se reuniram com a vontade não só de fazer do carnaval de um jovem autista algo mais animado, mas também para fazer do carnaval, de um modo geral, um evento solidário. Eles conseguiram. 

 

Nascia o Bloco do Abel. E ele não iria parar por ali.

 

Dois anos se passaram e o que se viu nesta segunda-feira de carnaval foi um show de alegria, segurança e organização

 

Muito bem protegido por quem fazia a segurança no entorno, o público de aproximadamente 1.000 pessoas pôde curtir numa boa as atrações que revesaram no palco e cumpriram com êxito a programação da noite, dando aos foliões várias horas de muita música e alegria.

 

Estiveram presentes a banda Ômega 3 Elétrico, Ramon Frazelly, Fineias Nelluty, os DJs Diabão, Daniel Góes e Leo Costa, além da banda de marchinha tocando o melhor do carnaval tradicional fazendo a galera toda dançar no melhor estilo dedinho pro alto.

 

É claro que não faltou a presença indispensável do protagonista da festa, o próprio Abel. Ou até faltou...

Porque não houve Abel suficiente para quem estava a fim de tirar uma foto ou ao menos levar um papo com ele. 

 

Fim de festa e o saldo foi positivo. Sem brigas. Sem tumultos. Muito confete. Muita serpentina.

 

E o mais importante: o Bloco do Abel bateu a meta estabelecida de 1 tonelada de alimentos. A entrega já vai começar a ser feita a partir deste domingo e seguirá pelas próximas semanas. 

 

– Dia 05/03, Projeto Resgate Mirim (Santana) e Lar Irmãs Betânia (Macapá);

– Dia 11/03, Igreja dos Capuchinhos (Macapá);

– Dia 18/03, IJOMA (Macapá); 

– Dia 02/04, Associação dos Pais e Amigos dos Autistas - AMA (Macapá)

 

Ao longo do ano, o site irá permanecer no ar para promover outras ações beneficentes e continuar arrecadando doações. Esse trabalho não pode parar e os preparativos para 2018 já começaram.

 

Contamos com a sua consciência e sua solidariedade.

 

"O autismo é parte deste mundo, não um mundo à parte."

Compartilhe


Deixe Seu Comentário